sábado, 23 de junho de 2018

Da Reportagem
Aline Nascimento




Foto/Reprodução: SENAI-MT







Sem alunos suficientes SENAI prorroga inscrições



O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) de Alto Araguaia adiou o inicio das aulas para o curso de salgadeiro, o motivo: insuficiência de alunos. De acordo com a coordenação da instituição ainda restam 25 vagas por tempo indeterminado. Inicialmente a instituição abriu 205 vagas para auxiliar administrativo, operador de caixa, auxiliar de recursos humanos, pintor de obras, operador de computador, costureiro de alta moda e salgadeiro, nos períodos matutino, vespertino e noturno.

Conforme a assistente administrativa Nilva Alves Rodrigues isto tem sido bastante comum “apesar da oferta, em alguns casos os cursos ficam ociosos a espera dos alunos” afirma. A assistente enfatiza que a comunidade de Alto Araguaia deve aproveitar a oportunidade para capacitação que o SENAI oferece.


Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (SEADS) firmou uma parceria com o SENAI, e os interessados deveram se dirigir a sede da Secretaria portando documentos pessoais, como comprovante de residência atualizado, comprovante de escolaridade, e em casos de beneficiários de programas sociais, o número do NIS ou PIS para se inscrever. Será dada prioridade para as pessoas que fazem uso dos programas como:


 Bolsa família


 Feijão no Fogo


 Pró- família


 Benefício de Prestação Continuada (BPC)


 Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV)



Para saber mais sobre os programas acesse:


Professor da Instituição há alguns anos, Paulo Henrique Borges Barbosa afirma que é muito gratificante fazer parte da formação dos jovens da cidade “ fazer parte da capacitação de milhares de jovens significa muito para mim. Saber que nós, docentes, estamos contribuindo de forma positiva para tirar a população do desemprego me trás muito orgulho”, enfatiza. 



Foto: Aline Nascimento SENAI de Alto Araguaia.



O universitário Davi Acácio Ferreira da Silva, já fez os cursos de auxiliar administrativo, excel  básico, técnico de segurança do trabalho no Senai, para ele houve uma contribuição significativa na vida profissional após a capacitação “ Pra mim ajuda muita coisa em questão do currículo né... porque uma pessoa bem capacitada, sai na frente”, complementa.





Muro de arrimo será construído no Córrego Gordura

Imagem Córrego Gordura                                                                                                Foto: Clodoaldo Divaes


Da Redação/ Marcela Pavão

A Prefeitura Municipal de Alto Araguaia e a Divisão de Água e Esgoto (Divaes), construíram em muro de arrimo, para represar a água do Córrego Gordura, o afluente fornecedor de água potável a população e sua residências. O muro será construído como prevenção para uma possível emergência de falta de água, já que nas ultimas semana o córrego teve uma considerável baixa no seu nível de água. A obre terá inicio nos próximos dias.
Segundo o chefe de gabinete, Uelton Vilella, essa baixa no nível de água do Córrego Gordura, fez com que a prefeitura e a Divaes acelerassem o processo para não faltar água na cidade e preservar a nascente do córrego. “ O grande intuito dessa obra no Córrego Gordura, foram os 40 cm  abaixo no local aonde é feita a captação da água, com isso a prefeitura está tomando o devido cuidado, com essa situação pois queremos zelar pelo fornecimento de água a toda população araguaiense”, relata o chefe de gabinete. 

José da Silva (Divaes)                            Foto: Marcela Pavão

O diretor de saneamento da Divaes, José da Silva Batista, admite que a obra no Córrego Gordura não irá afetar o abastecimento de água na cidade. “ Essa obra no geral a partir do momento do seu início, o nível do córrego vai subir e não terá o perigo de faltar água pelo contrário a tendência é melhorar a distribuição de água”, diz o diretor.
De acordo com o chefe de gabinete, não basta apenas realizar a obra a população, tem que ajudar economizando água, não utilizando para serviços supérfluos. “ Nós iniciamos uma campanha, no qual pedimos a população para não utilizar água lavando carros, quintal, calçada e várias outras coisas que possa ser usado um grande volume de água”, conta o Uelton.
Josélia Pires                                         Foto: Marcela Pavão

A estudante Josélia Aparecida Faria Pires, tem consciência do valor do uso da água na sua residência e não utiliza água com desperdício. “ Na verdade desde criança tenho essa consciência, a minha região já passou por algumas situações de racionamento de água, por isso não faço desperdício quando lavo roupas, aproveito a água para jogar no quintal e lavar o banheiro, acho importante colaborarmos para que a água não falte um dia”, relata a estudante.
A obra no Córrego Gordura tem revisão de início daqui dez dias, com isso a prefeitura vem  fazendo investimento de equipamentos na Dives, para melhorar a distribuição de água e evitar que a cidade possa enfrentar um racionamento futuro nos próximos meses.
Para saber mais clique aqui e ouça a entrevista do chefe de gabinete Uelton Vilela.https://soundcloud.com/user-997642557/audio-marcela-2


sexta-feira, 22 de junho de 2018

Protocolado projetos que visa reduzir salários, verbas e número de vereadores em Alto Araguaia


Carlos André/DA REPORTAGEM


Desde a Constituição Federal de 1988, pela primeira vez na história política do município de Alto Araguaia foi protocolado três projetos de iniciativa popular na Câmara de vereadores da cidade. Os mesmos tratam da redução dos salários dos vereadores, redução da verba indenizatória e redução da quantidade de vereadores do município.

A iniciativa é dos próprios servidores da Câmara municipal. O protocolo foi registrado na tarde desta quinta-feira (21).

De acordo com a servidora pública Tatiane Buonome, foram colhidas mais de 790 assinaturas da população. " Eles também não concordam com a remuneração recebida pelos vereadores da cidade, tivemos uma recepção bastante positiva e hoje estamos finalizando esse trabalho", disse.





Lindeia David/ DA REPORTAGEM
Foto: Lindéia David
22/06/2018

Campanha de vacinação contra febre aftosa atinge 98% em Alto Araguaia


Foi encerrada nesta quinta-feira (20/06), o prazo oficial de vacinação contra a febre aftosa em todo o país. A primeira etapa da campanha teve início no mês de maio e que terminaria dia (31), foi prorrogada até 15 de junho.

Segundo informações passadas pela fiscal do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea – Alto Araguaia), Cíntia Mara Custódio de Faria, de 36 anos. O período inicial, de 1º a 31 de maio, teve alteração porque em algumas cidades a paralisação afetou a distribuição e venda das doses. Mas isso não foi registrado em Alto Araguaia, porque as lojas de revenda estão acostumadas com a quantidade de vacinas comercializadas durante a campanha, assegurou a fiscal. 
“As revendas procuram manter sempre a quantidade suficiente para abastecer toda a região, e pode, sim, ter ocorrido atraso em algumas cidades, mas foi devido a algumas propriedades de difícil acesso terem deixado para a última hora”, explicou.

Durante a etapa foi obrigatória a imunização de todo rebanho de bovino e bubalino, de mamando a caducando. Os pecuaristas tiveram o prazo para apresentar as notas de compras das vacinas e de registros dos animais junto ao Indea até nesta quinta-feira dia 20. A multa para quem deixar de vacinar dentro do período da campanha é de 1 UPF (Unidade Padrão de Fiscal) por cabeça e o produtor que atrasar a comunicação fica impossibilitado de emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA) por um período de 30 dias.

Alto Araguaia possui 648 propriedades rurais entre fazendas, sítios e chácaras, e até o momento foi divulgado como resultado preliminar, através de um outro funcionário do Indea que também atua com Fiscal, Antônio de Pádua Pimentel de 56 anos, que o município conseguiu atingir 98% no total previsto. “A nossa meta é atingir 100%, mas esse resultado foi muito satisfatório e em relação ao ano passado alcançamos o mesmo percentual” concluiu.

Conforme a unidade do Indea no município, a população de animais que se enquadra na campanha soma 169.500 cabeças de bovinos e 74 de bubalinos. No início deste ano, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) aprovou a diminuição da dose da febre aftosa. Mas a medida passará a valer em 2019, quando os produtores poderão reduzir a concentração da vacina de 5 mililitros para 2 mililitros. A determinação está prevista na Instrução Normativa nº 11, publicada no Diário Oficial da União em 22 de janeiro.

Segundo o Indea/Alto Araguaia, essa nova exigência também contribuiu com a prorrogação do período de vacinação. Já que no ano que vem as revendas terão que se adequar à distribuição de doses, houve lojas que pediram um número menor de itens por receio de sobra no estoque, assim evitando prejuízos, pois não poderiam vender o excedente na próxima etapa.

A proprietária da Instância Alegre, que fica localizada a 40 km de Alto Araguaia, região do Paraíso, Cátia Jaqueline Ribeiro Gomes, de 37 anos, contou que já na segunda semana da campanha providenciou a vacinação para todo o seu rebanho. Ela tem uma criação de 45 cabeças de gado.“Aproveitado a campanha, fizemos outras vacinas além da aftosa, como a de brucelose, carbúnculo e antirrábica, garantindo a saúde de todos os bovinos”, comentou.Ampliação do comércio exterior
Foto: Lindéia David
O estado de Mato Grosso possui o maior rebanho bovino do país, com mais de 29 milhões de animais. Garantir que mais de 99% do gado do estado seja vacinado é importante para manter o status de zona livre de febre aftosa, que o país conquistou recentemente. Isso deve ampliar o leque de oportunidades de negócios do Brasil, que hoje já chega a 150 países.
O índice de vacinação em 2017 em Mato Grosso foi maior, de 99,08%. Por conta disso e das sorologiasque foram realizadas no estado e no Brasil, o país todo está acima do padrão de retirada da febre aftosa (ou seja, imune da doença), pois há anos não apresenta casos.

A suspensão da necessidade da vacinação está prevista a partir de maio de 2019 no Acre, Rondônia, além de uma parte do Amazonas e de Mato Grosso, este último fazendo fronteira com Mato Grosso do Sul e Goiás, também estados destacados por seus rebanhos.Todo o país será livre da febre aftosa sem vacinação. Hoje o Brasil é reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como livre da doença (com auxílio das doses), o que contribui para que daqui a três anos não seja mais necessário a campanha.
De acordo com o produtor e proprietário da fazenda da Mata, Paulo de Társio Durval Serafim, somente nesta campanha realizou a imunização de 707 animais e por ser produtor de leite há mais de 30 anos mantêm o controle sanitário em dias, em média sua produção diária ultrapassa 1,200 litros que são vendidos para um laticínio da cidade de Portelândia (GO), “Portelat”. “Há alguns anos atrás a produção era muito melhor, hoje caiu muito e os gastos que temos para manter é muito grande, com pastagens, silagens e remédios”, finaliza. vídeo


 

quarta-feira, 20 de junho de 2018

A participação da mulher na política


Da reportagem
Mirelly Ferreira



Por muito tempo a política brasileira tem sido dominada por homens, porém, com as diversas conquistas das mulheres nos últimos anos, também tem crescido lentamente a sua participação na política para que possam representar e dar voz as causas femininas.
Para isso, as mulheres também enfrentam diversos preconceitos, como machismo, até alcançar uma inserção na política e conseguir passar credibilidade.

Na década de 70 do século passado, as mulheres representavam 35% do eleitorado, ultrapassando a marca dos 50% no ano de 2006, quebrando a hegemonia do eleitorado masculino. Em relação à disputa eleitoral, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o número de candidaturas femininas alcançou 31,7% do total de registros nas últimas eleições de 2012, o que significa certo avanço. (fonte Brasil Escola)

Em Alto Araguaia-MT e Santa Rita do Araguaia-GO, algumas mulheres foram eleitas como vereadoras e prefeitas. Porém, é perceptível que muitas delas foram eleitas por terem homens na família ou amigos que tem peso político e que influenciaram nessa conquista, partindo desse ponto podemos refletir que ainda assim, mesmo ingressadas na política as mulheres não tem total independência.

Um exemplo disso é da atual prefeita de Santa Rita do Araguaia, Tânia Toledo Salgueiro, que antes de ingressar na política foi primeira dama. No vídeo , Tânia relata um pouco sobre a participação da mulher na política e sua experiencia como prefeita.


Histórico de principais conquistas das mulheres na política brasileira

- Em 1929, Alzira Soriano torna-se a primeira mulher a tomar posse como prefeita de um munícipio brasileiro. Ela foi eleita em 1928 para o cargo de prefeita da cidade de Lages (RN).

- Em 1932, as mulheres brasileiras conquistam o direito de participar das eleições como eleitoras e candidatas.

- Em 1933, Carlota Pereira de Queirós tornou-se a primeira deputada federal brasileira.

- Em 1934, a professora Antonieta de Barros, filha de uma escrava liberta, foi eleita para a Assembleia de Santa Catarina. Ela foi a primeira parlamentar negra da História do Brasil.

- Em 1975, ocorre a fundação do Centro da Mulher Brasileira.

- Em 1979, Euníce Michiles tornou-se a primeira senadora do Brasil.

- Entre 24 de agosto de 1982 e 15 de março de 1985, o Brasil teve a primeira mulher ministra. Foi Esther de Figueiredo Ferraz, ocupando a pasta da Educação e Cultura.

- Em 1985, ocorre a criação do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher.

- Em 1989, ocorre a primeira candidatura de uma mulher para a presidência da República. A candidata era Maria Pio de Abreu, do PN (Partido Nacional).

- Em 1995, Roseana Sarney tornou-se a primeira governadora brasileira.

- Em 31 de outubro de 2010, Dilma Rousseff (PT - Partido dos Trabalhadores) venceu as eleições presidenciais no segundo turno, tornando-se a primeira mulher presidente da República no Brasil. Em 2014, Dilma foi reeleita presidente para mais quatro anos de mandato presidencial.  Porém, foi afastada do poder, em 2016, através de um processo de impeachment. (fonte site suapesquisa.com)

Intercom: Abrindo sua mente.









O intercom é uma instituição que tem como objetivo, compartilhar durante um encontro anual, conhecimentos da comunicação com pesquisadores e profissionais que atuam na área. O local onde acontece o congresso é definido pela organização do intercom, um ano antes. Alunos e recém – graduados também participam do evento apresentando trabalhos, e os vencedores de cada categoria são premiados em forma como reconhecimento.

Esse encontro é visto por alguns estudantes de comunicação como uma oportunidade para conhecer mais além do que ele aprende na faculdade. A estudante de jornalismo da Unemat, Monique Esposito de Souza, 22 anos diz que valeu a pena ter ido, a experiência de estar no intercom e abertura para novas ideias. Segundo Monique, ela pode aprender um assunto por um ponto de vista diferente “tenho outra visão a respeito de um determinado assunto”. Afirma.

Apesar de ser um evento no qual muitos alunos se empenham para ir, o quesito financeiro pesa no bolço. A estudante do 5° semestre de jornalismo da Unemat, também de Alto Araguaia - MT, Aline Almeida de Souza participou pela segunda vez do intercom. Ela veio de Minas Gerais – BH, mora na casa de estudantes e não trabalha, para ela o auxilio ofertado pela a faculdade no valor de R$ 150,00 reais ajuda, porém não é suficiente para se instalar, e custear tudo durante o evento “em relação ao ano passado, eu gastei mais porque não tinha lugar para ficar” explica.



                               Aline Almeida, estudante de jornalismo.( foto: Facebook)



     Para Monique uma única palavra define todo o congresso de comunicação: oportunidade.

7 mil inscritos participam do seletivo de PTES neste domingo

Por Monique Esposito/ DA REPORTAGEM

   Prova do processo seletivo Profissionais Técnicos da Educação Superior (PTES) da Unemat, acontece neste domingo (26), os candidatos inscritos devem comparecer ao seu local de prova, até às 8 horas (horário de Mato Grosso). Cada candidato deve conferir o seu local de estabelecimento e sala onde está alocado (https://portalcandidato.org/unemat-psptes-2018), caso não esteja deve comunicar imediatamente a Covest/Unemat via e-mail seletivoptes@unemat.br, até às 17 horas do dia 18 de junho.
    A prova é objetiva para todos os cargos, terá duração de duas horas e meia, já com o tempo incluso para preencher o gabarito.  Segundo o item 11.4 do edital cada questão da Prova Objetiva da área de Língua Portuguesa, Conhecimentos Gerais e Noções de Informática terá peso 01 (um) e as questões de Conhecimentos Específicos terão peso 02 (dois), conforme tabela abaixo:


Tabela Ilustração do Edital do Processo Seletivo.

    É indicado que o candidato chegue com uma hora de antecedência no local da prova, levando apenas o documento de identidade original e caneta esferográfica de tinta azul ou preta, em material transparente. A Coordenadora de Bloco, Luzirene Pereira Macedo de Oliveira, 43, ressalta o item 12.10 do edital que se refere a eliminação do candidato. Confira o áudio abaixo:


    Cassiane Mews, 26, assessora é uma das candidatas a vaga de Agente Universitário para o Campus de Alto Araguaia, ela revela que decidiu fazer o seletivo para evoluir financeiramente, um emprego que lhe permite tempo para focar em outras atribuições, “não tenho me preparado, mas quanto ao conteúdo tem muitos assuntos do administração, tenho experiencia, por trabalhar em órgão público”, finaliza a assessora de imprensa.
 Arquivo pessoal da candidata Cassiane.

    Já a estudante de Jornalismo, Lalesca Falico, 21, diz estar se preparando para o prova, mas que está um pouco apreensiva devido o alta concorrência na vaga em que se candidatou. Confira o áudio abaixo:

DISTRIBUIÇÕES DAS VAGAS

    São 112  vagas para PTES e formação de cadastro de reserva, com contrato de até 12 meses, para atuar nos câmpus de Alta Floresta, Alto Araguaia, Barra do Bugres, Cáceres, Colíder, Diamantino, Juara, Médio Araguaia, Nova Mutum, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Sinop e Tangará da Serra. E ao todo foram 7 877 inscritos para concorrer as vagas oferecidas em todos os campus.
   Para cargos que exigem nível Fundamental de escolaridade, há 12 vagas para motoristas, com remuneração de R$ 1.907,84. Para Nível Médio, são 74 vagas para Agentes Universitários, com salários de R$ 3.294,38. Também existem opções para nível médio técnico, nas áreas de Técnico em Laboratório (09), Técnico em Informática (05), Técnico em Enfermagem (03), Técnico Agrícola (03), Técnico Agropecuário (01), cuja remuneração chega a R$ 3.788,53. As que exigem Nível Superior: Psicólogos (03), Engenheiro Eletricista (01) e Engenheiro Civil (01), com remuneração de R$ 6.136,91 para uma jornada de 40 horas semanais.

DATAS IMPORTANTES

Se atente e acompanhe as datas pelo site (http://portal.unemat.br/seletivos)

      24/06/2018


Realização da Prova Objetiva do Processo Seletivo;  Divulgação do gabarito preliminar - a partir das 17 horas;


      25/06/2018


Início do período para interposição de recurso contra o gabarito preliminar, conteúdo ou formulação de questão;
      26/06/2018

Término do período para interposição de recurso contra o gabarito preliminar, conteúdo ou formulação de questão;


      29/06/2018

Divulgação do resultado da análise dos recursos contra gabarito preliminar, conteúdo ou formulação de questão; Divulgação do gabarito oficial;

      02/07/2018


Divulgação do desempenho preliminar (pontuação) na prova objetiva;


      03/07/2018

Início do período para interposição de recurso contra o desempenho preliminar na prova objetiva;


      04/07/2018

Término do período para interposição de recurso contra o desempenho preliminar na prova objetiva;


      05/07/2018

Divulgação do resultado da análise dos recursos contra o desempenho preliminar;


      06/07/2018

Divulgação do resultado final do Processo Seletivo.